SÉRIE FAZEDORES: André Melman, do Farofa.la

Sair em busca de gente que coloca a mão na massa com vontade e, acima de tudo, com verdade; descobrir e valorizar pessoas que produzem e cultivam saude; sentir cheiros, provar novos sabores, reconhecer e agrupar talentos. Essa foi a jornada de experiência empreendida por André Melman para criar a empresa de snacks saudáveis Farofa.La.

 

Experiência

substantivo feminino

ato ou efeito de experimentar(-se)
1. experimentação, experimento (método científico)
2. qualquer conhecimento obtido por meio dos sentidos
3. forma de conhecimento abrangente, não organizado, ou de sabedoria, adquirida de maneira espontânea durante a vida; prática
4. forma de conhecimento específico, ou de perícia, que, adquirida por meio de aprendizado sistemático, se aprimora com o correr do tempo; prática
5. tentativa, ensaio, prova

Fonte: Grande Dicionário Houaiss

 

O termo acima é o que talvez melhor defina o Farofa.la. Em sentido mais aplicado e específico, uma experiência sensorial. Experiência que começou a ser adquirida e acumulada quando o seu fundador, Andre Melman, resolveu abandonar a carreira corporativa e se jogar no mundo, permitindo-se conhecer lugares novos e vivenciar momentos de autoconhecimento, em busca de (re)conexão com seu propósito de vida e questionando o sentido de sua existência.

 

Viagens a paraísos naturais e localis alternativas, imersões e retiros espirituais e de silêncio, formações profissionais complementares… enfim: momentos de muita reflexão e conversas sobre ele com ele mesmo, questionando alguns valores e criando convicções sobre outros tantos foram nutrindo em Melman um autoconhecimento que ele manifesta na sua relação com seu fazer.

 

Das viagens, surgiu o interesse em empreender e fazer algo novo, que promovesse experiências a outras pessoas.

 

E desta vivência que surge a ideia inicial do Farofa.la: um hub de oficinas e atividades gastronômicas ligadas ao cultivo e ao consumo de alimentos naturais e artesanais, gerenciadas por meio de uma plataforma eletrônica. Em parceria com diversos “oficineiros”, o que se vendia ali eram experiências sensoriais incríveis, porém insustentáveis enquanto modelo de negócio. Aprendizado que fica, permaneceu a intenção de oferecer experiências alimentares, porém eum outro formato.

 

Pioneiro à época, o serviço de assinaturas de snacks saudáveis do Farofa.la surgia com status de inovação, mas mantendo o sentido daquilo que sempre esteve no DNA de André e dos projetos com os quais ele se envolve: a experimentação.

 

Produtos e embalagens que contam histórias

 

Os snacks que compõem a caixa adquirida pelos assinantes são garimpados por meio de uma cuidadosa curadoria e prometem surpreender os paladares de quem os experimenta. E para que o sentido da experiência seja ainda mais pleno, os snacks do Farofa.la são apresentados trazendo consigo as fascinantes histórias de quem os produz, criando uma conexão com quem as consome. Porque uma experiência só é efetivamente plena por meio da presença, que senão física, que faça sentido e se manifeste por meio das sensações…

 

Ao ser questionado sobre o que é o Festival do Fazer para ele, André reforça o significado da experiência, ao dizer que “é um momento de resgatar valores do Farofa.la, de estar em conexão com as pessoas”. E conclui “quero estar lá. Vou participar de alguma oficina!”.

 

Farofa.La no Festival do Fazer

“Vou participar do Festival do Fazer para me reconectar com as origens do Farofa.La. O festival é um excelente momento para resgatar relações com produtores, para reviver experiências e para realizar trocas valiosas” – André Melman.

 

Serviço:

Farofa.La

Entre as opções de personalização da SnackBox, que pode ser assinada a partir de 10 unidades por mês, a empresa oferece opções de produtos doces, salgados, sem lactose, vegano e sem glúten. Tudo sem conservantes e sem corantes artificiais, sem adoçantes artificiais, sem aromas artificiais, sem açúcar refinado e sem gordura hidrogenada.

Site: www.farofala.com.br

Facebook: farofa.la

Instagram: farofala

* Uma parceria do Desacelera SP com a Revolução Artesanal está dando origem aos textos sobre as pessoas e projetos que fazem o Festival do Fazer; elas passam a integrar o Guia Desacelera SP, que mapeia iniciativas, projetos e lugares que promovem uma vida desacelerada e valorizam a convivência afetiva na cidade.