Desaceleradora de pessoas e negócios

POR QUE DESACELERAR?
:: Porque a velocidade parece ser uma regra na nossa vida hoje. Mas quando ela é realmente necessária? Quando não faz sentido? Desacelerar é a oportunidade de pensar nas suas urgências e prioridades e de reconstruir a sua relação com o tempo, pensando no que faz sentido para você. Isso é consciência temporal.


ATUAMOS EM
:: Processos de formação e reflexão :: Coaching e consciência temporal :: Produção de conteúdo

O QUE NOS MOVE
:: Relações entre pessoas e organizações :: Noções de presença e convivência afetiva
projetos
São projetos do Desacelera SP: as rodas de diálogo sobre o tempo, as oficinas de consciência e coaching temporal; o grupo de reflexão e diálogo sobre o tempo; o grupo de narradores afetivos; o DIA SEM PRESSA | SLOW DAY; e o Guia Desacelera SP
serviços
Alguns destes serviços são: a produção de narrativas afetivaso coaching temporal, as consultorias para (re)pensar relações e transformar ambientes com base na convivência afetiva; e as cartografias afetivas.
o movimento
Este é um movimento que milhares de pessoas vem fazendo ao redor do mundo, e que vem crescendo também no Brasil. Desacelerar não diz respeito, necessariamente, a ser devagar. É sentir o que se está fazendo, com convivência afetiva, atenção plena e consciência temporal.
Dia sem pressa
Dia 22.09.2018 será o DIA SEM PRESSA: um evento de mobilização para uma vida simples e desacelerada na cidade que reunirá pessoas, grupos, projetos e marcas que valorizam e empreendem uma vida afetiva, humana, artesanal; com convivência e cuidado com as relações e pessoas.

Últimas postagens

Por um mundo escrito à mão

Texto original publicado por Carolina Messia, no Medium. Por um mundo escrito à mão ou Da prática de um verbo que escolhi pra mim Photo by Hannah Olinger on Unsplash Escrever: verbo que convida a uma relação com o tempo diferente do digitar. Hoje mais digitamos do que escrevemos, e usamos este verbo para se …

Educar sem pressa: desafios diante da aceleração social do tempo

Este encontro tem como objetivo refletir sobre os desafios apresentados pela cultura da velocidade à educação; e pensar em possibilidades e saídas individuais e coletivas a estas questões que emergem da nossa prática educativa cotidiana. Vivemos em uma sociedade veloz que, simultaneamente, reconhece esta velocidade como violência, mas a valoriza …